Délia Beranice Zefiro, fundadora da ONELADY, é uma mulher de negócios apaixonada por conexões humanas, moda e inovação. Palestrante e líder de pensamento de como construir um negócio digital com propósito, nossa fundadora representa a história de uma mulher que conta a trajetória de outras mulheres com o propósito de aumentar a representatividade feminina em posições de inspiração. Assim, a nossa fundadora possui o intuito de conectar mulheres em um movimento de valorização do poder de criação que cada uma carrega dentro de si. “Eu percebi que, nesse movimento de abandonar quem eu era, para me tornar quem eu desejo ser, eu encontro o propósito da ONELADY. Eu encontro inspiração, eu encontro as mulheres que em suas histórias representam todas as suas vozes, todas nós.” (ZEFIRO, Délia)

Para dar sentido ao seu propósito, a Délia criou a ONELADY em 2017, uma startup de moda feminina com modelos de vestidos e macacões que co-criados por mulheres que expressam o seu universo pessoal em um modelo da coleção. A ideia surgiu em um dia de muito sol, no mês de setembro de 2017, no qual a Délia recebeu a inspiração divina para traduzir em um modelo de negócio o desejo de criar uma empresa inspirada por um propósito maior. Ela conta que foi um verdadeiro download de ideias e planos que foram validados e testados na prática. O lançamento reuniu um grupo de aproximadamente 110 mulheres em uma das principais galerias de arte de São Paulo, a qual é liderada por uma mulher de impacto. Dessa forma, nossa co-criadora é guiada pela construção de uma trajetória de empreendedora consciente com um modelo de negócio com alta sustentabilidade financeira e inspirado por um propósito maior. 

Conheça um pouco mais da narrativa de vida da nossa fundadora: 

“Era uma vez” uma mulher, que ao longo de 20 anos construiu uma carreira sólida de

sucesso em grandes empresas.

“Todo dia” se dava conta de estar num ambiente onde a cultura masculina era

massificada e difundida.

“Um dia, então” ela percebeu que as mulheres ao seu redor podiam exponenciar o seu potencial inspiradas por uma narrativa que representasse suas histórias e significados.

“Por causa disso” ela fez um grande movimento na sua carreira e abriu seu próprio empreendimento.

“Até que, finalmente” encontrou seu propósito contando histórias de mulheres

inspiradoras através da moda.

Para a Délia, empreender com consciência é vivenciar a posição de líder de pensamento com o poder de gerar impacto positivo na humanidade. Ela considera esse movimento a grande demanda do capitalismo atualizado. Com repertório internacional que foi sendo alimentado por uma carreira no mercado de tecnologia da informação, a nossa fundadora sempre teve o universo artístico e da moda como fonte inspiracional para fomentar a sua decisão de se tornar empreendedora. Em sua palestra no “Beauty and Fashion Day”, evento de tecnologia e futuro nas indústrias da moda e da beleza, reforçou o quanto trabalha inspirada pelo propósito de conectar mulheres que expressam suas histórias em um modelo da coleção da ONELADY. O conceito da ONELADY, uma plataforma feminina de co-criadoras de moda e de conteúdo, não é sobre fazer moda para mulheres, mas sim sobre trazer a mulher para fazer parte. 

Anteriormente a criação da ONELADY, a Délia trabalhava em uma empresa de São Francisco, na Califórnia. Ela estava em um momento de sua carreira no qual não imaginava a possibilidade de fazer um movimento de mudança tão grande. Até foi questionada pelo motivo da migração da área de software para a área de moda, respondendo com uma pergunta se estavam prevendo o futuro dela. Após receber um grupo de líderes de pensamento do mercado de varejo em um evento na cidade de Nova Iorque, nossa fundadora foi mais uma vez questionada por uma pessoa que ela muito admira, sobre qual seria a sua insegurança em dar o primeiro passo como empreendedora. Essa pergunta ficou em seus pensamentos por muito tempo, mas não conseguia encontrar uma resposta. A Délia sempre se questiona sobre o poder que um simples comentário pode exercer na trajetória de uma pessoa, o que fez com que convidasse quem lhe questionou como uma das primeiras pessoas a participar do lançamento da ONELADY. 

Um dia, após se recuperar de um acidente de carro, deu o seu primeiro grande passo. Começou a desenhar o que seria a ONELADY, que nasceu a partir da colaboração de diversas mulheres, algumas amigas e outras simplesmentes inspiradas em contribuir no início dessa jornada. Esse momento inicial foi de muita dedicação e investimento em todos os sentidos, surgindo um espaço no interior de nossa idealizadora para desenvolver um sentimento de profunda gratidão, o qual é responsável por alimentar cada dia de seu trabalho com muita diversão. A diversão também é proveniente da liberdade de estar com a operação da ONELADY em um ambiente inovador como o maior coworking do mundo, dentro do Shopping JK Iguatemi. Até o momento, já são 670 mulheres conectadas com a ONELADY e crescemos a uma taxa exponencial que nos permite visibilidade para estar em um local de muito mais impacto nos próximos dois anos. 

Após a idealização da ONELADY, nossa fundadora tem recebido diversos convites para palestras e a demanda sempre circula entre os temas de moda, inovação e conexão feminina. Em suas próprias conexões pelo universo da inovação tecnológica, foi aprendendo sobre o impacto positivo que a tecnologia pode trazer para a sociedade. Acelerar a expansão de consciência do poder que a mulher possui como consumidora é um deles. Já que as mulheres são apontadas como grande porcentagem dos consumidores globais de moda, para a Délia faz todo o sentido a figura feminina ser responsável por alavancar as grandes transformações que estão sendo demandadas na indústrias da confecção, entre elas a eliminação do trabalho escravo, o uso de matérias-primas que não agridem o meio-ambiente e o questionamento sobre o próprio corpo da mulher. A famosa pergunta que é difundida atualmente é: quem fez minhas roupas? Ou do que ela foi feita? Esse questionamento deve ser uma premissa básica para toda consumidora consciente, principalmente com a potencialização do universo digital que é o grande alavancador de tal transformação.